O Inglês de forma criativa

 

Natural, regular and spontaneous… the three top secret words for your child to become fluent in English…

É extremamente importante que, na idade de jardim de infância, o inglês seja explorado por um educador, utilizando como recursos materiais, muitos jogos e canções para nos divertirmos a conhecer outra língua. Pretende-se criar momentos mais interessantes para a criança, meios de fazer “o mundo” e chegar até ela.

 

O contacto intencional na infância com a língua inglesa vai alargar a compreensão do mundo. Vai permitir também vivenciar tudo o que nos rodeia a partir da aprendizagem do inglês e do desenvolvimento de competências comunicativas.

 

 

As crianças ouvem regularmente inglês, interagem com crianças que falam outras línguas e têm, naturalmente, curiosidade. É importante contactarem, desde cedo, com a realidade de que existem outros países, outras culturas, outras caras, diferentes formas de viver e outros sons possíveis de serem reproduzidos.

 

 

Vivemos num mundo multicultural e não estamos sozinhos no nosso cantinho.

 

 

Quanto mais novas são as crianças mais recetivas estão a novas aprendizagens, nomeadamente, no que se refere à aquisição de uma língua.

Gostam de experimentar, arriscam sem medo.

 

 

Mais tarde, quando a criança aprende inglês no ensino básico, já não vivenciará tantos receios e o medo de errar terá desvanecido, na medida em que a confiança na produção de palavras já terá sido trabalhada, desenvolvendo-se, consequentemente, a autoestima.

 

 

 

O contacto com o inglês, os seus sons, entoações e ritmos, permite o desenvolvimento de competências comunicativas. Educa o ouvido, a perceção, a concentração e a capacidade articulatória.

 

 

 

A repetição de frases, tais como: “Good morning”, “How are you?”, “Let’s play!”, “Let’s go!”, “Sleep well.”, é uma forma muito acessível e rotineira de permitir o contacto com o inglês. A criança associará um momento a uma palavra ou expressão dita em inglês e aperceber-se-á facilmente do significado, não sendo necessário recorrer à tradução.

Quando menos se espera é a criança que nos responde em inglês de forma espontânea!

 

A convivência com livros, CD’s, desenhos animados e sites para a infância em inglês (todos monitorizados) é outra forma de contactar naturalmente com a língua.

 

 

Os jogos, lengalengas e canções são ótimos e aliciantes instrumentos para se entrar no mundo do inglês a brincar. É importante a canção do “Happy Birthday” quando alguém faz anos, as lengalengas, o vestir enquanto dizemos as peças de roupa ou partes do corpo em inglês, o contar as escadas a subir/ descer ou dizer as partes da casa à medida que vamos entrando.

 

 

O objetivo não é, então, ensinar vocábulos às crianças, mas permitir-lhes sentirem-se bem a experimentar falar inglês, divertirem-se e aprenderem naturalmente. A repetição é essencial. É importante não corrigir a expressão ou palavra proferida pela criança, mas ir repetindo corretamente até a própria criança se inteirar da forma como as palavras são pronunciadas.

 

O mundo do inglês é um lugar mágico repleto de cores, sons, onde a aprendizagem é feita de forma lúdica e a brincadeira nos abraça. É aqui que os grandes aprendem com os mais pequenos o que é ser realmente grande e onde os mais pequenos alcançam as maiores conquistas.